sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Fisioterapeuta em domicilio: Acredite! O Sucesso está a sua frente !

Se você é um daqueles fisioterapeutas que atende em domicilio para quebrar um galho, ganhar uma grana, enquanto espera a grande oportunidade. Talvez a oportunidade já esteja a sua frente.

Como eu costumo dizer, em nós, fisioterapeutas: o profissional, o produto e o pessoal estão reunidos na mesma figura. E também somos os vendedores de tudo isso. Ou seja, uma empresa ambulante.

Atuando em domicilio, me responda: Qual o planejamento para aumentar o número de atendimentos você fez?Quanto investiu em marketing e na criação de uma identidade? Quantas vezes você já pensou e agiu como empresa? Que foi! Ficou chocado?

Pois é, vou repetir, talvez a grande oportunidade já esteja em suas mãos e você não a esteja administrando direito.As pessoas tem buscado cada vez mais comodidade,conforto e segurança,por isso os atendimentos em domicilio tem crescido e atraindo investimento de vários segmentos. E nós que já estamos nele, vamos ser sinceros, não lhe damos o devido valor.

Existe até há uma certa discriminação quando algum colega diz que está atendendo em domicilio,fica a impressão de que ele não teve competência pra fazer algo melhor.Que tal ampliar sua visão e pôr uma pitada de empreendedorismo nisso?

Primeiro, entenda de uma vez que você é uma empresa e comece a pensar como tal. Depois, a agir como tal e aprenda o que é empresabilidade.

Empresabilidade é a capacidade que uma empresa tem de desenvolver e utilizar as competências intelectuais e técnicas de seus membros, para sustentar um posicionamento diferenciado no mercado.

Como a empresa é você mesmo, o quanto de suas habilidades e competências você tem utilizado para alcançar o sucesso do seu negócio? Se prepare porque as mudanças são muitas e começam por definições simples, como por exemplo, em que área atuar.

Eu tenho acompanhado alguns anúncios de fisioterapeutas que atendem em domicilio em vários pontos do país. E é uma verdadeira salada: Uma mesma colega atende Ortopedia, Neurologia adulto e Infantil, Geriatria e Dermato Funcional. Quem não já viu um anúncio assim? Agora imagine o que pensa o cliente vendo um anúncio desses.

É preciso demonstrar profissionalismo, que você é muito bom no que faz, e que por isso não dá pra fazer tudo ao mesmo tempo. Faça um planejamento, determine um foco e seja o melhor nisso.

Crie uma identidade profissional e divulgue isso da maneira adequada para ser percebido, reconhecido e recompensado como sendo diferente e não como apenas mais um. Se estabeleça, e acredite as grandes oportunidades estão mais próximas de nós do que pensamos.

14 comentários:

  1. Bom dia,

    Achei este artigo muito bem colocado, parabéns para o(a)autor(a). Desde o início da minha carreira profissional realizo atendimentos e dou assistência domiciliar na área de reabilitação física neurofuncional e procuro sempre deixar bem definido a minha especialidade em fisioterapia neurológica. Parabéns..Felicidades...

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do post. Para pessoas que assim como eu acabaram de sair da faculdade, a fisioterapia domiciliar é uma boa forma de ingresso no mercado. Esse momento onde você passa a construir sua identidade de trabalho tem de ser repensada, pois como dito no texto para qualquer coisa que se faça torna-se necessário a construção de metas, objetivos detalhados e específicos.
    Fernanda Reis

    ResponderExcluir
  3. Achei muito bem elaborada esta matéria com uma abordagem a um assunto que todos conhecem mais muitos se negam a aceitar. Sendo assim eu lanço um desafio aos leitores: Qual o profissional Fisioterapeuta que nunca realizou um atendimento domiciliar? Creio eu que por esse motivo todos nós concluimos a graduação, para atendermos nossos pacientes sejam onde eles estiverem independente das condições que se encontrem.

    ResponderExcluir
  4. gostei muito da colocaçao da colega, eu atendo a domicilio desde o inicio da minha formacao e tenho muito orgulho de poder ir ate o paciente, pois tem muitos que nao tem condicoes financeiras e meio de transporte para se deslocarem.este ramo e muito lucrativo e prospero, portanto nao devemos ter vergonha, vergonha e ter um monte de divida e nao poder paga-las.bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá Dra. Lívia.Parabéns pelo Blog.Esperamos que as Faculdades de Fisioterapia que se espalham pelo país,principalmente aqui no Nordeste,possam incutir em seus alunos este sentimento de empreendedorismo e iniciativa privada,já que os convênios e os concursos públicos não farão por nossa categoria o que é de nossa responsabilidade:o respeito próprio.Peço ,também,que os Fisioterapeutas de todo o país possam interagir e chegar a um senso comum no tocante ao CHF do atendimento domiciliar que é no mínimo R$75,00(250 CHF X R$ 0,30)e que a sociedade entenda o real valor do Fisioterapeuta no Lar de cada um.Forte Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom! Gostei da participação de todos. Acho que já passou da hora da fisioterapia ser tratado pior que um massagista. Temos sim que colocar um preço justo, mais temos mais ainda mostrar resultados! E parar com essa de falar mal de outro fisioterapeuta, se não der para falar bem, não fale nada. Se estamos divididos não chegaremos em lugar nenhum!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. ..."o produto e o pessoal estão reunidos na mesma figura. E também somos os vendedores de tudo isso. Ou seja, uma empresa ambulante."

    Então o fisioterapeuta é uma empresa.
    Que horror.
    Quando a medicina está em sua fase mais negra pois está a mercê das empresas da indústria farmacêutica que não tem nenhum compromisso com saúde e sim com o LUCRO, e bota lucro nisso!, vocês, os fisiotera´peutas estão querendo o mesmo modelo.

    Eita!
    É psicólogo querendo prescrever para também receber as propinas dos laboratórios, é iatrogenesis como terceira causa de morte nos EUA e vamos que vamos.

    Ética e integridade na medicina e nos profissionaisde saúde fica uma luta para a geração que está nascendo.

    Eles terão muitoo que fazer e ainda com os genes mais alterados do que os nossos pela... bem aí é demais.

    Triste ler este troço aí.

    Não chamo fisioterapeta em casa de jeito nenhum.

    Já tá difícil achar bom profissional olhando no olho e avaliando as três primeiras sess~~oes! Imagine passar por isso tudopara ter uma pessoa com esta mentalidade.

    Uma mentalidade desta demonstra o tipo de terapia que o profissional administra.

    Atacar os outros profissionais também faz parte do mesmo processo.

    Terrível. Abra uma agência de terapeutas ue vão em casa e você terá mais sucesso.

    "Fiseoesfera tem multiplas e inexploradas possibilidades."

    Que chavãozinho mais chinfrim. Impressiona os que tem dificuldade edm análise.

    Futebol é uma caixinha de surpreseas. hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo e qualquer prestador de serviço ele visa o lucro, ninguém atende ou presta serviço porque é bonzinho ou irmã Dulce. Então vamos parar com essa hipocrisia de que profissional de saúde não pode pensar como uma empresa.
      Quanto a médico e outros profissionais que recebem propinas para atender, lógico que acontece, assim como banqueiro recebe dinheiro pra fazer outras coisas, assim como policial recebe suborno pra liberar você de uma blitz, etc. Existem maus profissionais em todas as áreas de atuação.

      Comentário lastimável o seu

      Excluir
    2. Todo e qualquer prestador de serviço ele visa o lucro, ninguém atende ou presta serviço porque é bonzinho ou irmã Dulce. Então vamos parar com essa hipocrisia de que profissional de saúde não pode pensar como uma empresa.
      Quanto a médico e outros profissionais que recebem propinas para atender, lógico que acontece, assim como banqueiro recebe dinheiro pra fazer outras coisas, assim como policial recebe suborno pra liberar você de uma blitz, etc. Existem maus profissionais em todas as áreas de atuação.

      Lastimável seu comentário

      Excluir
    3. Ana, Ana, Ana... você me parece mais alguém que "entrou" aqui com a mera intenção de desfazer do post da Dra. (independente do que ela tenha escrito), do que dar uma opinião sincera de fato. A começar pela forma como se refere ao texto da colega. Que por sinal, é perfeito em suas colocações.
      Vinicius, tô contigo e não abro! ;)

      Excluir
  8. Gostei da mensagem. Realmente, concordo com o que foi colocado. Eu atendo a domícilio e percebo estas necesssidades. Obrigado pelas dicas.
    Fta. Adriana Aguiar

    ResponderExcluir
  9. Boa noite a todos.
    Atuando no ramo do atendimento domiciliar há 15 anos, vejo com muito bons olhos o texto publicado. É necessário sairmos do comodismo e do amadorismo, e assumirmos nosso papel nesse nicho de mercado que é sem dúvida muito mais lucrativo e gratificante, tanto para os profissionais quanto para os assistidos.
    Estou em processo de legalização de empresa, e vou precisar de uma equipe qualificada, com garra e vontade de crescer, fica aqui meu incentivo a todos os colegas que assim como eu, um dia decidiram ser fisioterapeuta.
    Abracem com muito carinho e competência esse dom que vem de DEUS.
    www.fisioedson.com.br

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde!
    Aproveitando o seu post sobre fisio domiciliar, gostaria de perguntar uma coisa... Estou pretendendo começar os atendimentos em domicílio e queria saber se tenho que utilizar o Contrato de Prestação de Serviços disponibilizados pelo CREFITO ou se posso criar meu próprio contrato. Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! Crie seu próprio contrato,você pode utilizar o do Crefito como orientação.
      Grd Abraço

      Excluir

Críticas e Sugestões são bem vindas, mas existem regras:
Sem ofensas, palavrões ou expressões que ataquem a imagem da Fisioterapia ou do Fisioterapeuta
Texto escrito em português porque se vc eh uma dakelas pixoas ki teclum axxim meu sistema fica nervoso só de olhar.
Comente Sempre!
E se quiser falar diretamente comigo:papodefisio@gmail.com